logo Entre Versos e Protestos

respeito

Sem sentença, por favor!

As vezes ficamos pensando, pelo menos eu penso, em que mundo estamos?

Todo dia é a mesma coisa, fome, epidemia, violência, nossos governantes nos roubando, menos pessoas ajudando umas as outras, falta de atendimento em vários setores públicos, pessoas o tempo todo muito nervosas, super população, falta de transportes, e o pior de todos, a falta de amor ao próximo.

Ouvimos o tempo todo sobre violência contra mulher, religiosos, gays, negros, enfim… Infelizmente somos rotulados a todo momento, e a cada dia que vem passando isso fica pior, não estou aqui pra pregar nada, ou forçar você a seguir uma filosofia de vida, em que eu tento viver, estou aqui desabafando sobre tudo isso, é surreal que na era que vivemos hoje (2015), ainda temos que conviver com situações absurdas, eu particularmente consigo ainda me surpreender em alguns casos, por exemplo, como um beijo entre duas pessoas do mesmo sexo em um canal de TV, como pode isso mexer tanto com uma população? Concordo que tenha que existir sempre o respeito, e que a sociedade por mais informada que seja, ainda não se “adaptou” a toda essa diversidade, porém ser extremamente violento, agressivo e preconceituoso, leva a crer que deixamos de ser aquela criação que Deus tentou fazer, que são pessoas com amor, respeito e humanidade, somos livres e temos livre arbítrio, e é somente isso que deve ser respeitado, ninguém é obrigado a gostar de nada, como eu disse, temos o livre arbítrio e sua opinião e válida, contanto que haja sempre o bom e velho respeito ao próximo, isso digo em forma geral, assim como os gays, negros, mulheres e todas outras “classes” que sofrem com o preconceito, precisam primeiramente se dar ao respeito para ganhar o respeito, acredito que tendo uma atitude humana, sem olhar o pessoal, o físico, status financeiro, cor, raça ou credo, irá fazer de nós seres humanos mais leves, não aceite tudo, apenas respeite, não quer conviver com essas diferenças, tudo bem, mas apenas respeite, ninguém é menos ou mais do que ninguém, viemos do mesmo criador e iremos partir quando o mesmo criador achar a hora certa, então todos nós somos e estamos no mesmo ‘barco”.

Faça a diferença, defenda sim sua crença, mas com respeito e não dando SENTENÇA !!