logo Entre Versos e Protestos

5hs, cinco horas, vida, reflexão

Que bom, eu tenho 5hs.

O celular desperta as 5:10hs, deixo a função soneca agir por duas ou três vezes, afinal esses são os melhores “sonos”, não sei você, mas se eu não dormir aquele 5m parece que o dia não rende, enfim, me levanto, de olhos ainda entre abertos, acendo a luz para me guiar até o banheiro, aquele xixi matinal, escovo os dentes, lavo o rosto e então os olhos começam a abrir.

Vou para o quarto, escolho a roupa, pego meu espelho que esta pela metade (sim quebrou e eu ainda não comprei outro) o apoio sobre a caixinha de biju que tenho sobre a cômoda, aperto a base que já está no final faz uns dias, passo um lápis nos olhos que também só está o “tocotinho”, cara arrumada, coloco aquela roupa social, calço um sapato baixo e na bolsa o salto, 6:10hs estou saindo, fecho o portão.

A caminho do ponto, a padaria, 3 pãezinhos com queijo branco, um café com leite para viagem, descendo a rua, tento não me queimar enquanto tomo o café e mastigo meu pão, confesso que vivo queimando a língua, dá até raiva, mas continuo a caminhar para o ponto, olho o relógio, algumas vezes estava com o café na mão esquerda, então imaginem o que acontecia né, mas agora aprendi, café com leite na mão direita.

No relógio 6:22hs, corro, pois, 6:30hs o 584 passa, lotado por sinal, ultimo gole no café, copinho no lixo, sinal para o “buzão”, acho um lugar, encaixo meu fone aos ouvidos, procuro algo legal para postar no face, um bom dia e bom café, isso diariamente.

Chego no trabalho meia hora antes, acendo um cigarro, leio algumas notícias, e bato meu ponto, pronto o dia começou!

Correria, apreendeu? Preciso de um relatório, Bel me ajuda aqui, mais algumas fichas, é hora do almoço, sai.

Suco de laranja, um espetinho de frango empanado, algumas conversas no whats, mexo um pouco no face, tiro fotos embaixo da arvore, descanso um pouco, mas um cigarro, hora de voltar para meu posto, correria outra vez, um carro apreendido, um relatório concluído, ufa, parabéns, e quando eu percebo já são quase 18hs, corre, desliga a máquina, um "até amanhã" e corre, que o ônibus tem hora, 18:05hs, dei sinal outra vez.

Meu fone ao ouvido, estudo um pouco os slides pelo celular, fechos os olhos, e acreditem, mesmo de pé eu consigo descansar, reparo nos lugares, hora de descer.

Para chegar até o curso, ando um pouquinho, mas chego, 19:10hs na sala, ou não as vezes me atraso, tá, quase sempre me atraso, ok, me atraso sempre, mas eu chego. Professor recente, direto e reto, é, ele meio que mexeu com a gente, mas tudo bem, pessoas que nascem no dia 26/10 tendem a ser assim, é eu sei, mas enfim, aula começou, estamos concluindo um projeto, algumas alterações, pois vamos apresentar logo depois, meu grupo é bem unido, tá, confesso, um pouquinho só que as vezes sou mandona, mas que bom que meu grupo me ama, acho que amam né? Final da aula, 22:20hs ele nos dispensa, as vezes ganho carona da amiga, outra vezes, corro para não perder o famoso 353, se perder, senta e espera, pois era uma vez...

Chego em casa, bolsa no canto, tiro o carregador, plugo na tomada e encaixo o celular, aviso ao bem que cheguei e vou tomar meu banho, no micro-ondas um congelado, no banho tento descarregar o cansaço, canto um pouco, me seco, o congelado ainda está esquentando, é o tempo de arrumar a roupa para o dia seguinte, divido a tomado do micro-ondas com o do ferro, sim, passo minha roupa no balcão do armário da cozinha, ainda não comprei uma tabua de passar, mas juro que irei comprar, assim como vou comprar meu gás, o botijão tá lá encostado, mas qualquer dia desses eu compro, enfim, roupa passada, o congelado pronto, tem um suco de morango na geladeira, copo cheio, ligo a TV (ainda não comprei a antena), coloco um filme, graças a DEUS a tv não apita mais, então sento na cama, comida na mão, copo de suco ao lado no chão, mexo um pouco no celular, presto atenção no filme e vou comendo devagar, no relógio 23:34hs, alimentada, coloco o prato na pia, escovo os dentes, apago as luzes, me deito, acendo o ultimo cigarro, dou umas boas gargalhadas com os áudios do meu bem, nos desejamos boa noite, o filme ainda está rolando, olho para TV e já não entendo nada, 0:16hs, agradeço a DEUS pelo meu dia, apago o cigarro, penso no meu cansaço, penso em desistir, e "apago" também, no outro dia, tudo outro vez... Cansativo né, eu também acho, mas eu sei que através do meu sacrifico haverá recompensa, então não reclame do seu dia, agradeça, eu ainda consigo dormir por 5hs, mas alguém em algum lugar mal dorme, e estão ali firmes, não desistem, e porque eu desistiria? Então mais um vez me levanto, por mais cansada que eu esteja, algo de bom tem pra mim, é uma questão de paciência. ?

Então levante, e vá, a vida é essa, a vida é agora! E eu? Só tenho 5hs ?