logo Entre Versos e Protestos

amor, aplicativo, lovoo

Amor de aplicativo, “cê” topa?

Ela tinha um sonho, conhecer alguém que a fizesse feliz, não que a completasse, e não que ela não tenha sido feliz, mas era diferente, ela só queria um cara que a fizesse feliz.
Sabe aquele frio na barriga? É então, ela queria sentir outra vez.

Ele, um doce rapaz, sua inocência o fez perder algumas coisas, ou não. Com aqueles olhos claros, e fala mansa, caiu em uma rede, social e amorosa, e então dali surgiu algo inesperado.

Ela conheceu alguns rapazes, a maioria deles só queriam sexo, ou falar das ex's namoradas, ela queria alguém e não achava, até que “pá” um like de ambas as partes coincidiu.

Encontro marcado, histórias trocadas, um cinema, um lanche, um olhar e o beijo! Pronto, a barriga gelou, ela congelou, e desabafou com a amiga, acho que ele é diferente, a amiga que já havia presenciado algo, insistiu “mas calma gente”, ela então sorriu e admitiu, é, então eu como amiga percebi, ela gostou do que sentiu.

Segundo encontro, terceiro encontro, ele tão generoso, garantiu, faze-la sorrir até o tempo que ela lhe permitir, cavalheiro, compreensivo e tímido, um eu te quero surgiu, mas não esses “eu te quero gata”, foi diferente, é diferente, eu te quero, e tenho sonhado com coisas boas para a gente, e aí “ce” topa? E ela sorriu.

Ela topou, sua mãe também, opa! A mãe? É, o moço do app, foi sincero, ajoelhou a frente de sua futura sogra e o pedido fez – Ei pequena, aceita me deixar te fazer feliz dessa vez?

Ela disse sim, com um sorriso acanhado, de lado que só ela tem, mas ela disse sim, não só para o moço de joelho, ela disse sim para sua vida, disse sim para as orações de sua mãe, ela disse sim para o desejo de sua família, ela disse sim para seu coração, e o mais importante, DEUS disse sim aos dois.

Estão namorando, as famílias já se conheceram, ainda não tem relacionamento sério no Facebok mas logo aparecerá, eu espero!

Ela exclui o app do seu smartphone, ele já havia excluído bem antes, ela sorri a toa, ele a faz sorrir, e eu como amiga? Ainda não o conheci, mas aquele que a amar e respeitar, terá de mim todo o respeito do mundo, então seu moço, cuidado, uns dos meus tesouros está em suas mãos.

E sobre o App, pra quem quiser saber chama - se Lovoo! Vai que... rs

Existe amor meu povo!!!

Por Juliane Santana

--
Quer ver sua história contada de forma poética aqui na página, mande um email para juliane@entreversoseprotestos.com.br.